sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Natalis



Não sei se conhecem mas é uma feira de artesanato que decorre no parque das nações ondem podem adquirir artesanato, comprar materiais, assistir a alguns espectáculos, ajudar instituições e ainda comer leitão, presunto, queijo da serra e doçaria regional acompanhado de bebidas e licores. Gosto muito de lá ir, e este ano lá irei novamente, já faz parte da tradição.

A mudança da "cara" do blog, o melhor possível.....

Pronto, eu bem tentei....pesquisei templates de Natal na net e assim, segui os passinhos e o resultado era sempre um desastre a seguir ao outro, blogue todo desconfigurado, sem ponta por onde se lhe pegue. Rendi-me à evidência da ciência e fui mas é buscar um fundo vermelhinho e uma foto de um coelhinho a desejar bom Natal e pronto, é o melhor que se pode arranjar. Não é  Thor por que ela jamais aguentaria um chapéu nas orelhas o tempo suficiente para tirar uma foto, e ainda por cima tem andado adoentada, mas é um primo fofinho e fica bem :)
E assim fica feita a "árvore de natal" do blogue...eehehhehe.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Precisa-se: + tempo e um super assistente pessoal :)

Precisava de dias com 80 horas no minímo e um super assistente que andasse atrás de mim a lembrar-me das coisas que tenho marcadas, para fazer, etc.
Nunca tenho tempo para fazer tudo o que quero e muitas vezes esqueço-me de alguma coisa, e quais agendas, eu até tenho, agendas, bloquinhos, telemóvel...até no meu monitor tenho post-its mas depois esqueço-me de ir ver e pronto, lá passa tudo de ideia. E antes que sugiram que tome qualquer coisa para o cérebro para não me esquecer, tirem o cavalinho da chuva, porque já tentei, e esquecia-me de tomar.
Sou um caso perdido, serei a única?

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Ai ai Avô!

Eu tenho um avô (o único que me resta) que tem 90 aninhos, e realmente cada vez tem menos juízo, já faz alguns disparates mas ainda vive na casa dele e nem lhe falem em ir para um lar. Mora no prédio em frente ao meu e todos os dias de manhã quando vou a sair de casa lhe dou um toque para o telemóvel e ele vem à janela ver-me ir embora para o trabalho, é uma maneira de confirmarmos que estamos os dois vivos :)
Mas as conversas que tenho com ele às vezes tiram-me do sério, já não sei quando se esquece ou quando é teimosia. Ainda ontem à noite me ligou:
Avô: "Tens que vir aqui a minha casa"
Eu: "Então o que se passa?"
Avô: "O meu telefone fixo não funciona e eu quero ligar à minha irmã" (Devo alertar que ele não sabe, não sabe, mas anda sempre a tentar inventar com os telefones e faz porcaria constantemente)
Eu: "Avô, hoje já é tarde, eu amanhã vejo isso, liga-lhe do telemóvel, ainda mais já falaste com ela hoje"
Avô:"Mas eu quero falar outra vez e não posso ligar do telemóvel porque não sei o número e não o consigo ver no outro telefone, tens que lhe ligar a dizer que eu lhe queria ligar mas não posso" (boa, vocês também ligam para o cinema a dizer que queriam ir lá mas não podem?)
Eu: "Ela não sabe que lhe ias ligar, dizer isso só a vai preocupar.Amanhã vejo do telefone. Tem bateria?"
Avô: "O telefone não dá sinal, está estragado"
Eu:"Amanhã vejo isso"
Entretanto ouço como se fosse barulho de alguma coisa a cair ao chão
Eu: "Avô o que se passa?"
Avô: "Nada, estava a arrancar o fio do telefone da parede."
Eu: "O quêeeee? Porque é que fizeste isso?"
Avô: "Se não funciona também não preciso dele ligado!"

E pronto, assim lá terei de ir eu armada em técnico da companhia de telefones para ver se consigo arranjar, e vá lá que foi só este, quando se mudou para a TDT eles disseram na televisão que as pessoas não iam conseguir ver televisão sem o aparelho e ele foi arrancar a antena que passava pela casa toda e corto-a em pedaços de 1 metro....fiquei um dia inteiro a passar cabo pela casa........

Sou só eu que sofro com estes velhinhos? :)

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Uma caixinha em EVA

E continuo com coisinhas em EVA, pena que não tenha muito tempo, mas estou a gostar do que se pode fazer com este material. Fiz uma caixa em forma de flor, pintei, lembrando algumas técnicas que aprendi no workshop de pintura, depois coloquei um lacinho, não me lembrei de fazer uns cortes à volta para entrelaçar a fita, mas à próxima faço :)

 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Tá um frio do caraças....

E ainda por cima o ar condicionado aqui do escritório só bufar ar frio....e os técnicos devem estar na caminha porque não aparecem.....vou congelarrrrrr

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Lar, doce lar.... em E.V.A.

Ora dando uso ao que aprendi de E.V.A., ao que andei a cuscar na net, e aos princípios de pintura daquele workshop da placa do coelhinho, aqui está uma plaquinha de boas vindas. Não tem tanto amarelo como provavelmente deveria, mas eu e essa cor não nos damos muito bem :)

Será que posso continuar??

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Bolinho adaptado para a dieta :)

Nas visitas pelos vossos cantinhos deparei-me com esta receita da Ratolinha: O Bolo 1, 2, 3
Ora como tenho de me portar mais ou menos bem (a nutricionista que não me ouça!) e achei que o bolinho era simples e tinha muito bom aspecto, como de resto as receitinhas do blog dela têm, resolvi tentar adaptar para uma versão menos calórica:
Ok, se calhar não têm o melhor aspecto do mundo, até porque aqui a espertalhona encheu demais as forminhas, mas garanto que estava muito saboroso, não muito doce, mas doce q.b., sem dúvida a repetir. A receita original está no link acima, aqui deixo a minha adaptação:

Ingredientes:
1 colher de sopa de becel magra
1 chávena mal cheia de açúcar light RAR
2 chávenas mal cheias de farinha integral
1/2 chávena de farinha com fermento
3 ovos médios
1 chávena de leite magro
1 colher de sobremesa de fermento em pó
Raspa de 1 limão

Modo de preparação:
Na batedeira coloquei a becel e o açúcar, depois de misturados adicionei os ovos, e depois intercalei as farinhas, o fermento e o leite. Por fim adicionei a raspa do limão, sempre com a batedeira a funcionar.
Para não ter de untar as formas (manteiga.....) usei formas de silicone. Foi ao forno a cerca de 180º e como eram forminhas pequenas penso que demorou cerca de 15 minutos.

É uma forma de saborear um bolinho nestes dias chuvosos sem ficarmos com o sentimento de culpa!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Castanhas quentinhas na Airfryer

Eu sei que não tinha dito mais nada acerca do desafio do TRND, não fui seleccionada para experimentar uma Airfryer, mas fui contactada para ter um vale de desconto de 50% na compra de uma, e claro que aproveitei! Fazer fritos e assados sem óleos, e afins, ainda mais quando tenho de ter cuidados com a alimentação, é o ideal.
Desde aí nunca mais fritei nem rissóis, nem batatas fritas... E ontem lembrei-me de experimentar assar castanhas (que adorooooo), e não é que saíram bem? Muito saborosas, bem assadinhas e em cerca de 10-15 minutos.
Cada vez gosto mais desta maquineta :)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Mais umas experiências em EVA

Lá continuo eu a experimentar mais coisinhas em E.V.A.

Um porta telemóvel
 
Um porta envelopes e chaves
 
 
E umas argolas de guardanapo natalícias
 



Como reparar uma casa velha sem gastar dinheiro?

Essa é a minha pergunta, quer dizer, nem é bem reparar é quase reconstruir.
O meu pai deixou a casa dos meus avós, fica numa aldeia, e é muito antiga, sei que ele queria repará-la mas já mesmo antes destas ultimas estadias no hospital, ele estava doente e não fez nada. E a casa não teve qualquer manutenção. Como foi a casa onde ele e o meu tio nasceram e ele gostava muito dela, eu e a minha mãe falámos em recuperar o que conseguissemos, uma vez que para vender também não dariam nada de jeito por ela e eu até gostaria de a recuperar, mas quando fizémos um reconhecimento em condições com fotos e tudo começámos a desanimar, está em muito mau estado, desde as telhas como o terraço, as paredes, etc. Até quando ligámos a água começou a sair água de umas escadas na cozinha.
Este fim de semana fomos lá, até porque é lá na aldeia que colocámos as cinzas do meu pai, e o meu tio também foi e ajudou-nos a encontrar a rotura, nem vos digo nada, o que vale é que o meu pai tinha lá umas ferramentas e lá andei eu a rebentar chão e parede à procura da rotura, conseguimos encontrar e o meu tio tinha uma peça que dava para remendar.
Mas agora digo, como é que vamos conseguir reparar aquela casa? Sim, porque se o dinheiro fluísse podíamos contratar pessoas, mas como  não é o caso, como poderemos fazer as coisas gastando o mínimo possível?
Já passaram por alguma situação parecida? Vejo nos blogs que recuperam bastantes coisas, mas com danos profundos? Aceitam-se ideias e sugestões please!!!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Afinal o Thor...é uma Thor!!!!


Eu ainda não tinha partilhado isto convosco, mas ao fim de alguns mesinhos desta coisinha fofa ter vindo cá para casa eu comecei a encontrar umas saliências na zona do peito, andei na net a ler como poderia descobrir o sexo do coelho. Na loja o senhor disse que era macho, não que me fizesse alguma diferença, apenas perguntei para saber que nome lhe colocar e por isso o meu sobrinho Gonçalo escolheu Thor.
Lá andei na Internet...lá investiguei (por pouco não levava uma mijada em jacto em cima) e cheguei à conclusão que era uma coelha, a veterinária também mo confirmou mais tarde, e o que fazer, já me tinha habituado a chamar Thor, ficou a Thor na mesma, chamo-a Thorzinha :) Afinal somos duas meninas lá em casa...lol...

E digam lá que a minha menina não é linda? Faz 1 aninho no final do mês que vem !!